Cânion Espraiado (Urubici – Parte 2) – Viagens no mapa
Viagens no Mapa

Cânion Espraiado (Urubici – Parte 2) – Viagens no mapa

Cânion Espraiado (Urubici – Parte 2)

Postado por em 18/07/2019 em América do Sul, Fim de semana (SP)


No Cânion Espraiado, escolhemos o serviço que nos levou de carro até o topo do cânion. Os proprietários Taís e Marcos (49 3278 4732 / 49 3278 4835) nos receberam com muita hospitalidade, e o senhor Martins nos levou até o topo do cânion. Valeu super a pena ter subido de carro. Mas um dia também gostaria de subir a pé. São 9 km de estrada de terra e de pedras (não falo aqui de cascalho, mas de rochas grandes e difíceis de passar por cima), de muita subida, mas em compensação, uma paisagem maravilhosa. Depois de muito subir, chega-se na parte alta do cânion. Ali fica uma casa, que pertence à família de proprietários, e eles deixam os turistas utilizarem o banheiro, e também podem alugar galochas para o passeio. As galochas são muito úteis, devido ao fato de grande parte do solo ali em cima ser encharcado. Nós alugamos as galochas e achamos muito útil. Se fôssemos com os nossos tênis, eles ficariam encharcados e ficaria bem ruim utilizá-los nos dias seguintes. Chegando no topo do cânion, ficamos livres para passear, andar para o lado que mais agradar. O lugar é tão incrível que ficamos meio tontos, querendo andar para todos os lados. Mas por fim, andamos em direção à Pedra Bico do Corvo, ou também chamada de Canhão e em direção à abertura do Cânion. Andamos junto com um grupo muito legal, que conhecemos no passeio. No fim, paramos para tomar o lanche que trouxemos de casa de frente para uma bela vista.

Vista na chegada ao cânion
Rio no meio da trilha
Rio no meio da trilha
Vista do cânion
Vista do cânion
Vista do cânion
Vista do cânion
Nós na parte mais aberta do cânion

Há quem vá para o Cânion Espraiado apenas para pular dali de cima. Uma equipe especializada amarra uma corda de uma ponta a outra do cânion e prende um pêndulo a partir do meio da corda. Os mais corajosos saltam e ficam pendurados por esse pêndulo. Eu prefiro ter menos emoções, e ficar com a trilha e o passeio em terra firme.

Depois de passear bastante por este lado do cânion, pegamos um pequeno trecho de estrada e chegamos em outra propriedade. A vista dali era bem bonita também. Mas a principal atração ali é o balanço infinito. Alguém teve a ideia, genial, por sinal, de construir um enorme balanço de madeira com vista lá para baixo. Ao me balançar nele, senti um leve frio na barriga e uma sensação de chegar mais perto do outro lado da encosta. Além de ser uma delícia, rende boas fotos!

Numa das pontas na parte alta do cânion
No balanço infinito
No balanço infinito
No balanço infinito

OBS: Lemos este relato antes de ir, e foi o que nos incentivou a conhecer o lugar

2
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
Larissa T.Jair Prandi Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Jair Prandi
Visitante

Este lugar é realmente incrível! fico feliz Larissa, que tenha se inspirado em nosso site (Viagens e Caminhos) para fazer este passeio.